CENTRO DE REFERÊNCIA DA FAZENDA SÃO JOSÉ DO MANSO

Ouro Preto . MG .  1998

Concurso com convite promovido pelo IEPHA/MG
primeiro lugar

Danilo Matoso Macedo

Em equipe com
Carlos Alberto Maciel, Flávio Carsalade e Paulo Lopes
Execução: IEPHA/MG
Construção: 1999
Cálculo Estrutural: Paulo Bedê

Concurso para reforma do interior de uma casa bandeirante, antiga sede de fazenda nas imediações de Ouro Preto, atualmente dentro do Parque Estadual do Itacolomi – a reforma externa ficou a cargo dos arquitetos do IEPHA/MG. O programa consistia em áreas multimídia, de exposição, armazenagem e uma pequena loja.

Procuramos tanto quanto possível evitar compartimentações que impedissem a apreciação do salão original envolto em alvenaria de pedra e tijolos, mantidas aparentes devidamente protegidas por um pano de vidro temperado. A ordenação simétrica original sugeria a elevação da área de armazenagem num mezanino central, sob o qual podem realizar-se projeções de vídeo.

Trechos de pavimentação original em lajota cerâmica foram mantidos e também preservados sob um piso de vidro. A pavimentação restante foi feita em quartzito local e tijolos laminados, de modo a harmonizar-se com o conjunto, mantendo a austeridade e simplicidade próprias da construção original.

Concurso com convite promovido pelo IEPHA/MG
primeiro lugar

Danilo Matoso Macedo
Em equipe com
Carlos Alberto Maciel, Flávio Carsalade e Paulo Lopes
Execução: IEPHA/MG
Construção: 1999
Cálculo Estrutural: Paulo Bedê

Concurso para reforma do interior de uma casa bandeirante, antiga sede de fazenda nas imediações de Ouro Preto, atualmente dentro do Parque Estadual do Itacolomi – a reforma externa ficou a cargo dos arquitetos do IEPHA/MG. O programa consistia em áreas multimídia, de exposição, armazenagem e uma pequena loja.
procuramos tanto quanto possível evitar compartimentações que impedissem a apreciação do salão original envolto em alvenaria de pedra e tijolos, mantidas aparentes devidamente protegidas por um pano de vidro temperado. A ordenação simétrica original sugeria a elevação da área de armazenagem num mezanino central, sob o qual podem realizar-se projeções de vídeo.
Trechos de pavimentação original em lajota cerâmica foram mantidos e também preservados sob um piso de vidro. A pavimentação restante foi feita em quartzito local e tijolos laminados, de modo a harmonizar-se com o conjunto, mantendo a austeridade e simplicidade próprias da construção original.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: